Deixe um comentário

“Obama é o ciberterrorista, não eu”, afirma Assange a revista francesa

O fundador do WikiLeaks, Julian Assange, afirmou que as empresas de vigilância e espionagem massiva na internet aumentaram significantemente seu poder e acusou o presidente dos EUA, Barack Obama, de estar envolvido no processo, informou o portal Sepa Más.

Crédito:Divulgação
Jornalista disse que governo Obama tem característica ciberterroristas
À revista francesa L’Express, o ativista australiano, que está asilado na embaixada equatoriana em Londres desde junho de 2012, assegurou que o “ciberterrorista” não é ele, mas Obama e o vice-presidente americano, Joseph Biden,

“São eles que ordenaram os ataques cibernéticos contra instalações nucleares iranianas com o vírus Stuxnet, financiados e desenvolvidos sob sua supervisão, “afirmou Assange.

O australiano também disse que pelo poder financeiro e tecnológico, a Agência de Segurança Nacional dos EUA “é uma das maiores e mais sofisticadas instituições já criadas”, com o único objetivo de realizar espionagem em massa.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: