Arquivo de Tag | No mundo imaginário

No mundo imaginário, um poeta se dissolve e deixa vagos traços na tarde

No mundo imaginário, um poeta se dissolve e deixa vagos traços na tarde

Moura retrata Cyro dos Anjos (Foto: Wilson Baptista) O jornalista, professor e poeta mineiro Emílio Guimarães Moura (1902-1971) revela neste poema uma visão melancólica sobre o “Mundo Imaginário”. MUNDO IMAGINÁRIO Emílio Moura Sob o olhar desta tarde, quantas horas revivem e morrem de uma nova agonia? Velhas feridas se abrem, de novo somos julgados, o […]