Arquivo de Tag | na poesia de Olegário Mariano

Amor, beijo, esperança e fantasia são castelos de areia, na poesia de Olegário Mariano

Amor, beijo, esperança e fantasia são castelos de areia, na poesia de Olegário Mariano

Olegário Mariano, retratado por Portinari O diplomata, político e poeta pernambucano Olegário Mariano Carneiro da Cunha (1889-1958) revela que a fantasia, a esperança, as palavras de amor, os beijos e a fatalidade podem ser somente “Castelos de Areia”. CASTELOS DE AREIA Olegário Mariano — Que iluminura é aquela, fugidia, Que o poente à beira-mar beija […]