Arquivo de Tag | escreveu Manuel Bandeira

“Eu faço versos como quem morre”, escreveu Manuel Bandeira, em seu desencanto com as dores da vida.

“Eu faço versos como quem morre”, escreveu Manuel Bandeira, em seu desencanto com as dores da vida.

O crítico literário e de arte, professor de literatura, tradutor e poeta pernambucano Manuel Carneiro de Sousa Bandeira Filho (1866-1968), no poema “Desencanto”, confessa sua dor, sua amargura e seu desalento para a vida. DESENCANTO Manuel Bandeira Eu faço versos como quem chora De desalento… de desencanto… Fecha o meu livro, se por agora Não […]