Voluntário da ONG SOS Amazônia acusado de desviar cilindros de oxigênio é preso em Manaus

Um voluntário da ONG SOS Amazônia foi preso após desviar mais de 60 cilindros de oxigênio para revenda ilegal no Amazonas, estado que sofreu colapso no sistema de saúde no início do ano.  João Victor Araújo da Silva, que se apresentava como policial, na verdade, desviava os cilindros para revender a preços superfaturados. De acordo com os policiais, o acusado pode ter desviados mais de 60 cilindros de oxigênio. As informações são do programa Fantástico, da TV Globo neste domingo (4).

“Ele se infiltrou numa organização sem fins lucrativos que distribui oxigênio às pessoas que mais precisavam nas estruturas hospitalares e lá de dentro começou a desviar oxigênio e revender a preços superfaturados, lucrando com a desgraça dos outros”, disse a delegada Emília Ferraz ao programa dominical.

Os cilindros chegavam até Manaus de avião ou barco. A ONG, por sua vez, era responsável por enviar os cilindros aos hospitais. A investigação aponta que o acusado sempre se oferecia para fazer o transporte.