Diretor de ‘Parasita’ é recebido como herói na Coreia do Sul

O diretor sul-coreano Bong Joon-ho (centro) chega ao Aeroporto Internacional de Incheon, na Coréia do Sul — Foto: Ed Jones/AFP

Por Reuters

O diretor sul-coreano Bong Joon-ho (centro) chega ao Aeroporto Internacional de Incheon, na Coréia do Sul — Foto: Ed Jones/AFP

O diretor de “Parasita”, Bong Joon-ho, foi recebido com aplausos ao voltar para a Coreia do Sul neste domingo (16), após conquistar quatro estatuetas do Oscar.

Cerca de 300 repórteres e fãs aguardavam Bong no Aeroporto Internacional de Incheon.

“Obrigado pelos aplausos, gostaria de enviar aplausos de volta a vocês por lidarem tão bem com o coronavírus”, disse Bong.

“Vou me juntar aos esforços para superar o corona lavando minhas mãos cuidadosamente. Feliz de estar em casa.”

Elenco e equipe de 'Parasita' no palco para receber estatueta de melhor filme no Oscar 2020 — Foto: Mario Anzuoni/Reuters

Elenco e equipe de ‘Parasita’ no palco para receber estatueta de melhor filme no Oscar 2020 — Foto: Mario Anzuoni/Reuters

Vitória histórica

“Parasita” se tornou o primeiro filme em língua estrangeira a conquistar o Oscar de melhor filme nos 92 anos de história do prêmio.

A dramédia sul-coreana sobre diferença de classes também recebeu outras três estatuetas: roteiro original, diretor e filme internacional.

Trailer de ‘Parasita’

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.