Maia e Alcolumbre são hostilizados

Um manifestante entrou na Câmara dos Deputados e hostilizou os presidentes Rodrigo Maia (DEM-RJ) e Davi Alcolumbre (DEM-AP). “Presidente, a medida provisória 871 do governo (MP 871/2019), eu trouxe a minha mãe para saber se ela tem condição de trabalhar. É isso que a medida está dizendo, que ela é ladrona, que a minha mãe é mentirosa. Em presidente? Responde aqui para minha mãe. Ela está há 30 dias sem receber o benefício”, reclamou o manifestante que foi retirado do local por seguranças.

A MP 871/2019 foi sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro no final do ano passado. A medida provisória busca coibir fraudes nos benefícios do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Ela aprovada pela Câmara dos Deputados no final de maio e pelo Senado Federal no início de junho.

A reclamação do manifestante é de que, segundo ele, a medida estaria tirando os direitos de pessoas idosas que não têm mais condições de trabalhar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.