Frevo, pop e samba nas Graças com o bloco ‘A Anágua da Mamãe’

Este sábado (15) quem dá o tom da farra nas no bairro das Graças, no Recife, é o bloco carnavalesco “A Anágua da Mamãe”, realizada no Antiquário Bar e Restaurante, a partir das 12h. A festa conta com orquestra de frevo, o pop em ritmo carnavalesco da Banda Seu Rodolpho e também muito samba com Leno Simpatia.

A anarquia toma conta com o bando de foliões que curtem a festa vestindo anáguas, uma tradicional saia utilizada por baixo do vestido. A camisa do bloco garante aos foliões ilimitados feijoada e drinks da Pitu e pode ser adquirida no Antiquário por R$ 60.

O Bloco surgiu de uma brincadeira de amigos. A história surgiu há cerca de 20 anos quando o funcionário público Wolney Mororó – também conhecido como “Penquinha” – morava com sua mãe e dormia na sala. “Nesse dia tomei um ‘pifão’ (embriagou-se) e ao invés de vestir meu pijama, vesti a anágua de minha mãe, Noêmia. No dia seguinte acordei na sala vestido de anágua e achei que tinham aprontado uma comigo, depois foi que eu descobri que foi só cachaça mesmo”, relembra ‘Penquinha’.

A brincadeira voltou à tona após quase uma década e meia quando os amigos relembraram a cômica cena e resolveram fazer disso um bloco carnavalesco. A turma já se reúne há quatro anos e os participantes vestem anágua em homenagem à hilária confusão. Neste ano, o homenageado do ‘A Anágua da Mamãe’ é o produtor cultural ‘Bode’ Valença.

SERVIÇO 

Horário: 12h
Local: Antiquário Bar e Restaurante (rua do Cupim, 250, Graças)
Atrações: Banda Seu Rodolpho, Leno do Samba e orquestra de frevo
Camisas: R$ 60 (dá direito a drinks da Pitu e feijoada)
Contato: (81) 3244-0152

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *