General Heleno: ‘Não vamos bater palmas para terroristas’

Em entrevista, ministro-chefe do GSI falou sobre posição do governo diante de tensão no Oriente Médio

General Augusto Heleno Foto: PR/Marcos Corrêa

Durante uma entrevista ao Jornal da Record, o ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, falou sobre o posicionamento do governo brasileiro diante da tensão no Oriente Médio.

Em seu discurso, Heleno defendeu que “o Brasil nunca foi neutro em relação ao terrorismo”.

– O presidente [Jair] Bolsonaro sempre foi radicalmente contra o terrorismo. Isso está dentro do que ele pensa – disse.

O ministro foi questionado sobre o risco de um enfraquecimento da relação comercial com o Irã, em função da posição de Bolsonaro.

– Temos uma balança comercial muito positiva com o Irã. Não queremos perder a oportunidade de manter essa relação comercial, mas não vamos bater palmas para ações terroristas de nenhum dos nossos parceiros – declarou.

O general assegurou ainda que o país não se manifestou contra o ataque iraniano com base em um apoio aos Estados Unidos. Segundo ele, o combate ao terrorismo “é um dos preceitos da Constituição brasileira”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.