FBC: Brasil chega muito melhor ao fim de 2019

O líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), destacou, hoje, em discurso no plenário do Senado, o compromisso do Congresso Nacional com o equilíbrio das contas públicas, a retomada do crescimento e a geração de emprego. Para o senador, com o apoio do Congresso à agenda econômica do presidente Jair Bolsonaro, o Brasil chega ao final de 2019 muito melhor do que começou. “Se hoje vislumbramos um País melhor, isso se deve à disposição para o diálogo e o compromisso dos parlamentares com a agenda econômica e a melhoria das condições de vida da população”, disse, citando, ainda, os dados da recuperação econômica.

“O PIB crescerá acima de 1% em 2019 e pelo menos o dobro disso em 2020. Mais de 840 mil postos de trabalho com carteira assinada foram criados de janeiro a outubro. Temos a menor taxa de juros e a menor taxa de inflação da história. A liberação do FGTS e do PIS/Pasep está impulsionando o consumo das famílias e alavancando o crescimento econômico”, afirmou.

Fernando Bezerra destacou a aprovação da Reforma da Previdência, a Medida Provisória 871/2019, que combate fraudes no INSS, e o Projeto de Lei 1.645, que reestrutura a carreira e a Previdência dos militares. “Juntas, essas três propostas representam uma economia de R$ 1,3 trilhão em dez anos, segundo os mais recentes cálculos do Ministério da Economia. Isso significa que o Governo Federal deixará de gastar cerca de R$ 130 bilhões por ano com aposentadorias e pensões”.

Segundo o líder, embora o País tenha dado um passo decisivo com a Reforma da Previdência, o abismo fiscal exige o aprimoramento dos mecanismos de controle. “Temos muito trabalho pela frente, a começar pelas três Propostas de Emenda à Constituição que integram a agenda de transformação do Estado brasileiro proposta pela equipe do ministro Paulo Guedes”, lembrou o senador, em referência à PECs da Emergência Fiscal, do Pacto Federativo e dos Fundos Públicos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.