Internautas estão promovendo ‘tuitaço’ em repúdio as recentes decisões dos ministros

O Ministro Dias Toffoli voltou a ser o assunto mais comentado do Twitter.
Internautas usaram à plataforma para pedir a prisão do ministro, que presidente o Supremo Tribunal Federal.

Na maioria das publicações, usuários alegaram que Toffoli “rasgou a Constituição” ao exigir acesso a dados fiscais sigilosos de mais de 600 mil pessoas. O fato escandaloso foi denunciado pela Folha de S. Paulo.

Segundo o jornal, o presidente do STF determinou que o Banco Central lhe enviasse cópia de todos os relatórios do Coaf.

“Ao todo, Toffoli (ou um servidor do Supremo cadastrado por ele) passou a poder acessar, diretamente no sistema eletrônico da UIF, 19.441 relatórios, mencionando quase 600 mil pessoas, que foram produzidos pelo órgão de inteligência financeira de outubro de 2016 a outubro de 2019.”

Fonte: Renova Mídia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *