3 X 2 – RENAN CALHEIROS VIRA RÉU NA LAVA JATO

Com o voto decisivo de Cármen Lúcia, a Segunda Turma do STF aceitou parte de uma denúncia contra Renan Calheiros e tornou o senador réu na Lava Jato pela primeira vez, por acusação de corrupção e lavagem de dinheiro.

A ministra acompanhou Edson Fachin e Celso de Mello ao considerar que há indícios mínimos de que, entre 2008 e 2010, ele teria pedido e recebido R$ 150 mil da NM Engenharia, contratada da Transpetro, repassados ao MDB em Tocantins, para beneficiar Leomar Quintanilha, “aliado fiel” de Renan Calheiros.

Votaram pelo arquivamento do caso os ministros Ricardo Lewandowski e Gilmar Mendes.

Será a primeira ação penal contra Renan Calheiros na Lava Jato. Desde 2017, ele já teve uma dezena de inquéritos arquivados na Corte. Ainda existem outras 9 investigações sobre ele em andamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.