Depois de Leonardo DiCaprio, o inimigo público nº 1 do Brasil agora é Papai Noel

Resultado de imagem para papai noel charges"

Charge do Duke (dukechargista.com.br)

Joaquim Ferreira Dos Santos
O Globo

Te cuida, Papai Noel, porque o governo sabe muito bem o que você fez no Natal passado e, agora que chegou dezembro, você será o inimigo público número um. Afasta daqui as tuas castanhas de carboidrato comunista, mau velhinho! Se o Leonardo DiCaprio botou fogo nas florestas da Amazônia, você não fará o mesmo com os lares dos homens de bem.

Te cuida, velhinho duvidoso, porque esse teu “hohoho” com sotaque de Moscou não engana ninguém. Chegou a hora de te dar como perigoso exemplo de baixos costumes e liberar geral o excludente de ilicitude sobre tua figura subversiva.

AÇÕES INVASIVAS –  Será permitido ao chefe de família e ao guarda noturno da rua atirar, chumbo 38, em quem se jogar pela chaminé dos lares para prospectar futuras ações invasivas do MST. Sem mais essa lorota demagógica de que distribui presentinhos, quase sempre livros e discos de artistas de esquerda, sujeitinhos que professam a destruição dos valores democráticos do nosso querido país.

A família brasileira atende aos princípios da civilização judaico-cristão e não vai mais compactuar com a ideologia de gênero das tuas renas alvoroçadas. Segura as bichas! Fica longe também com essa piadinha de mau gosto, de todo ano fazer o incentivo torpe ao chefe da casa para botar o peru na mesa.

É necessária uma nova cultura natalina de direita. Essa história de incentivar o trenó como transporte não poluente, de bem com o meio ambiente, é mais um esquema da ONG do DiCaprio. Um truque sub-reptício de índole globalista para desestruturar a Petrobras. O Brasil mudou. Que o teu trenó afunde junto com o Titanic dele.

VALORES SADIOS – O Ministério da Família vai anunciar logo mais, ao contrário do sugerido pelo Foro de São Paulo, que urge moralizar a data máxima da cristandade. Coloque-se na mesa apenas os valores sadios da árvore conservadora.

Qualquer um vê que essa tua barba branca, Papai Noel, é a do paganismo esquerdista, uma evidente mensagem petista para lembrar que outro barbudo está livre e promete um Natal populista com o milagre da divisão das rabanadas.

O governo publicará neste primeiro dia útil de dezembro, abertura do Natal sem viés assistencialista, uma medida provisória de redirecionamento cívico da data. Serão erradicados os laços vermelhos das árvores dos ministérios, palácios e das autarquias. A árvore cristã é verde e amarela.

SEM BLAK FRIDAY – Aos pés da árvore será proibido qualquer presente comprado na Black Friday, esse evento organizado pelo ativismo negro apenas para fazer o povo acreditar que existe racismo no Brasil. Fake news! A propósito, o governo estuda a volta da escravidão, quando a população preta foi mais feliz. Isso, sim, é presente de Natal!

Chega desse coitadismo, Noel. Sempre posando de velhinho lelé da cuca, fingindo que o saco está pesado demais e que com a reforma da previdência precisará trabalhar até não aguentar. Mais fake news!

Teu cansaço é porque se a terra fosse redonda seria fácil o deslocamento de ir de casa em casa. Essa balela acabou. A terra é plana e ficou mais pesado arrastar o saco pelo planeta afora. Se vira, Papai Noel! Não faça como os índios, engordando arrobas preguiçosas nas reservas. Já é Natal – e também sobre ele bimbalharão, terríveis, os sinos da nova ordem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *