Dirceu reencontra Lula e diz: ‘Agora é para nós voltarmos e retomarmos o governo’

Resultado de imagem para dirceu e lula"

Lula e Dirceu retomam sua velha parceria na política

Deu no Poder360

O ex-presidente Lula reencontrou o ex-ministro José Dirceu na noite de 6ª feira (8.nov.2019) em Curitiba (PR). Dirceu posou para fotos e gravou vídeo ao lado do deputado estadual Emídio de Souza(PT-SP). Disse que é hora de voltar ao poder e retomar o governo do Brasil.

“Eu estava na trincheira da prisão. Agora estou aqui de novo na trincheira da luta. Agora não é [a hora] do Lula livre. Agora é para nós voltarmos e retomarmos o governo do Brasil. E para isso nós precisamos deixar claro que nós somos petistas, de esquerda e socialistas. Nós somos tudo o contrário do que esse governo está fazendo. Uma boa noite para vocês, viu”, disse.

Lula e Dirceu foram soltos depois da decisão do Supremo Tribunal Federal que derrubou a prisão de condenados em 2ª Instância. O encontro foi em festa no apartamento de um amigo na capital paranaense.

REFORMA POLÍTICA – Uma das prioridades de Dirceu é a reforma política. Em recente texto escrito na prisão, o ex-ministro defendeu o fim do voto uninominal. “É único no mundo, coisa nossa e da Finlândia, que leva a uma disputa nada saudável dentro do próprio partido entre os candidatos para a colocação na lista dos mais votados. Torna o sistema caríssimo já que cada candidato é uma campanha, ao contrário que acontece no modelo de voto em lista”.

Mas, a seu entender, o tema mais importante é o financiamento das eleições. “Historicamente e já tendo votado a favor dessas medidas diversas vezes nos últimos 20 anos, o PT defende o financiamento público, o voto em lista, o fim das coligações e a cláusula de desempenho”, escreveu.

LUTA EM VÃO – “Henrique Fontana, no passado, e agora Vicente Cândido são exemplos do esforço e da luta do PT pela reforma política. Foram anos de luta em vão porque faltou sempre o apoio do PSDB-PMDB e DEM (antes PFL), sem falar na obstrução de partidos do chamado centrão. Cada um com seu interesse: ora contra o fim das coligações proporcionais, ora contra a cláusula de barreira, ora em defesa do Distritão, invenção de Temer e do PMDB”, assinalou Dirceu, acrescentando:

“O próprio PSDB nunca lutou de fato pelo distrital, defendido por José Serra ou o distrital misto proporcional, modelo alemão defendido inclusive por muitos parlamentares e setores do PT”, concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *