TRF-4 confirma segunda condenação de André Vargas na Lava-Jato

Por unanimidade, a 8ª Turma manteve a pena do ex-vice-presidente da Câmara em seis anos de reclusão.

Vargas é acusado de ter usado de sua influência política junto a funcionários ainda não identificados da Caixa para que a empresa IT7 Sistemas — caso revelado por VEJA –, pertencente a Marcelo Simões, fosse contratada pelo banco para fornecimento de software e prestação de serviços de informática pelo valor de R$ 71,3 milhões.

Em contrapartida, a IT7 teria repassado R$ 2,4 milhões ao petista – valores sacados em espécie e repassados pelo doleiro Alberto Youssef.

Fonte: Veja

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.