Olavo de Carvalho envergonha o Brasil no exterior com suas fantasias delirantes

Resultado de imagem para olavo de carvalho e beatles

Olavo diz que os Beatles não compunham as músicas

Nelson Motta
O Globo

Volto de Londres com minha brasilidade enxovalhada pela repercussão da tese do astrólogo, filósofo e professor à distância Olavo de Carvalho sobre a influência dos Beatles no marxismo do século XX, denunciando a maligna conspiração do filósofo alemão Theodor Adorno com os Beatles pela implantação do marxismo no Ocidente, porque Os Beatles eram analfabetos musicais. E Adorno, que morreu em 1969 com 66 anos e nunca riu nem dançou na vida, foi quem escreveu as músicas feitas para destruir os valores familiares ocidentais, viciar a juventude em drogas, tanto alucinógenas como musicais, entre outras consequências nefastas do marxismo cultural, que heróis iluminados como mestre Olavo e os seus seguidores defenderão até a morte (da razão) e o triunfo da estupidez e do ridículo.

Em uma entrevista de 1965, Adorno desprezava os Beatles nos piores termos, embora fosse, segundo Olavo, o autor da obra dos Fab Four. É a teoria da Terra plana do pop.

GARGALHADAS – O “The Guardian” perguntou, e os ingleses riram: Seria “Teddy” Adorno o quinto Beatle? E riram mais quando Olavo assegurou que o alemão fazia sozinho as músicas dos idiotas úteis Lennon e McCartney e que a mídia é louca, todos os jornalistas são viciados em drogas, e tudo é fantasia. Principalmente suas teses, que misturam erudição, fantasia e humor provocativo, mas provocam desastres reais no Brasil dos imbecis.

Às vezes, ele pode ser divertido em suas fanfarronices, com um estranho humor nas suas fantasias delirantes, que serão levadas a sério pela mídia e discutidas pela sociedade. Para nada, só para ele mostrar como somos tolos.

BRUXO DA VIRGÍNIA – Todas as suas bizarrices não passariam de uma farta fonte de memes se ele não fosse identificado pela mídia internacional como o guru dos Bolsonaros.

Só que os Bolsonaros, com suas piadas grosseiras, ofensivas e, o que é pior, sem graça, não têm o humor refinado e perverso do bruxo da Virgínia, que, diz a lenda e reflete a sua personalidade, se diverte contando a amigos como manipula o clã dos toscos no Planeta dos Macacos.

Deixe uma resposta