Itamaraty diz que não vetou filme do cantor Chico Buarque

Jornais divulgaram que o órgão teria impedido a exibição de filme do artista

Chico Buarque Foto: Reprodução

Um comunicado da JBM Producciones, uma produtora uruguaia, informou que a exibição de um filme sobre Chico Buarque foi vetada na embaixada brasileira em Montevidéu, no Uruguai. A embaixada, que é uma das patrocinadoras do Festival Cine de Brasil 2019, teria informado aos produtores do evento que o filme “Chico: Artista Brasileiro” estava proibido de integrar a amostra.

– Esta manhã recebi uma surpreendente mensagem do expositor me dizendo que a Embaixada os chamaram para pedir que não mostrassem o filme de Chico naquele festival – diz o comunicado da JBM Producciones.

No entanto, um comunicado do Itamaraty e da produtora cultural Inffinito, uma das apoiadoras do evento, informaram que não houve qualquer censura à exibição do filme. Por meio de nota, a instituição disse que “a seleção dos filmes é de responsabilidade dos produtores do evento”.

A curadoria do evento informou que, como resposta aos falsos rumores de censura, vai convidar o filme “Chico – Artista Brasileiro” para ser exibido no encerramento do festival.

Deixe uma resposta