Fachin arquiva dois pedidos de Lula contra Sergio Moro

Ações têm como objetivo anular decisões de Moro

Ministro Edson Fachin arquivou duas ações de Lula Foto: SCO/STF/Rosinei Coutinho

O ministro Luiz Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), arquivou nesta sexta-feira (16) dois pedidos da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva que apontavam a suspeição de Sergio Moro no período em que o ministro da Justiça era juiz da Lava Jato.

Os pedidos começaram a ser julgados nesta sexta, mas foram arquivados após a defesa de Lula ter desistido. Uma terceira ação dos advogados que também questiona a atuação de Moro, porém, segue em julgamento.

Ao desistir, a defesa argumentou que as razões já estão sendo abordadas em um habeas corpus que começou a ser julgado, mas ainda não houve decisão, pois faltam os votos dos ministros Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski e Celso de Mello.

Nas ações, os advogados pediam a anulação dos atos de Moro em dois processos, um deles é o que apura um suposto repasse de propina pela Odebrecht ao ex-presidente por meio da compra de um terreno para o Instituto Lula, o outro é uma ação penal na qual Lula é acusado de receber propina por meio de reformas em um sítio em Atibaia (SP).

Nos dois casos, os advogados de Lula negam as acusações. O próprio ex-presidente já disse diversas vezes que não era o dono do sítio.

Deixe uma resposta