Justiça permite que Gleisi seja advogada de Lula

Decisão autoriza visitas diárias da aliada ao ex-presidente

Lula e Gleisi Hoffmann Foto: PT/Ricardo Stuckert

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) derrubou uma liminar que proibia Gleisi Hoffmann de ser advogada de defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A cassação foi de autoria do desembargador João Pedro Gebran Neto.

Com a decisão, Gleisi, que é presidente do PT e deputada federal pelo Paraná, poderá visitar Lula diariamente. Antes, na condição somente de aliada política, o acesso ao ex-presidente ficava limitado às quintas-feiras.

Já nesta sexta-feira (16) Gleisi e Lula se encontrarão. Atualmente, Lula tem direito a receber até três advogados por visita, que pode acontecer duas vezes ao dia, pela manhã e pela tarde.

Deixe uma resposta