Justiça manda bloquear quase R$ 20 milhões de Beto Richa

Ex-governador do Paraná é acusado de fraude, propina e lavagem de dinheiro

Ex-governador do Paraná, Beto Richa Foto: Folhapress/Keiny Andrade

A Justiça Federal ordenou o bloqueio de R$ 20 milhões em bens e ativos financeiros de Beto Richa, ex-governador do Paraná. A decisão atendeu a um pedido da força-tarefa da Operação Lava-Jato.

Também foi decretada a indisponibilidade de imóveis e veículos e o sequestro de parte de imóvel citado em um esquema de corrupção investigado na Operação Piloto. Beto e outras seis pessoas foram acusados de crimes de corrupção ativa e passiva, fraude licitatória e lavagem de dinheiro, relacionadas à licitação na Parceria Público Privada (PPP) para exploração e duplicação da PR-323, que liga Maringá a Francisco Alves, no Noroeste do Paraná.

Em troca de propina, a Odebrecht seria favorecida na licitação das obras na rodovia. Porém, a duplicação do trecho nunca saiu do papel.

Deixe uma resposta