‘Como fica a sua mãe?’, questionou Lupi à Tabata, antes da votação da reforma

Luis Macedo
Lauro Jardim – O Globo

Acabou de forma horrorosa a última conversa entre Carlos Lupi, presidente do PDT, e Tabata Amaral. O diálogo deu-se no dia da apreciação da reforma da Previdência na Câmara.

Ao perceber que não demoveria a correligionária da ideia de votar a favor da proposta, Lupi pegou pesado. Perguntou como ficaria a mãe de Tabata, que por anos ganhou a vida como diarista, se a reforma passasse.

Tabata, irritada, o acusou de estar jogando baixo. E estava.

Deixe uma resposta