Bolsonaro deve formalizar indicação de Eduardo para embaixador nos EUA na volta do Congresso

BRASÍLIA — O presidente Jair Bolsonaro disse, nesta quarta-feira, que deve formalizar a indicação do deputado federal Eduardo Bolsonaro(PSL-SP) para embaixador nos Estados Unidos na volta do recesso do Congresso. Para o presidente, o elogio que Donald Trump fez a Eduardo na terça-feira significa que já é hora da “lua de mel” e que a confirmação americana é uma mera formalidade.

— Se eu falo eu te amo agora, tu responde ‘quero casar agora contigo’, precisa assinar papel? Vamos para a lua de mel, pô. O agrément, não precisa mandar isso daí, apesar de estar aí na Convenção de Viena, mas está (tudo certo) — disse Bolsonaro, referindo ao procedimento diplomático em que o nome do candidato a embaixador é enviado para o país anfitrião para aceitação.

O presidente completou que já conversou sobre o assunto com o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e com outros senadores e está tudo encaminhado para a indicação:

— Não posso botar um filho meu numa vitrine dessa, se eu não tivesse competência. Tão logo recomecem as atividades, a gente deve formalizar isso aí.

O recesso do Congresso termina amanhã, mas, como como a Câmara e no Senado têm tradicionalmente poucas atividades nas quintas-feiras, na prática o trabalho parlamentar só deverá ser reiniciado na semana que vem.

Ontem, após ser questionado sobre a indicação de Eduardo pela jornalista da Globo News Raquel Krahenbühl, Trump afirmou que conhece o filho do presidente brasileiro e que foi “provavelmente por causa disso” que ele foi escolhido para chefiar a embaixada brasileira em Washington.

— O filho dele é excepcional. É uma escolha excelente, eu não sabia disso [da indicação do nome dele] — disse Trump.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *