MDB pede mais espaços ao Governo em almoço

O vice-presidente estadual do MDB, Fernando Duere, disse, há pouco, ao blog, que o almoço que o senador Jarbas Vasconcelos (MDB) ofereceu ao governador Paulo Câmara e ao prefeito do Recife, Geraldo Júlio, ambos do PSB, não teve como objetivo cobrar mais espaços no Governo. Disse também que não foi provocado por conta das declarações do presidente estadual do MDB, Raul Henry, admitindo disputar a Prefeitura da capital nas eleições do ano que vem.

“Esses almoços de Jarbas são uma rotina. Quando oferecidos ao governador e ao prefeito servem para tratar do quadro nacional”, disse Duere. Sobre o tamanho do espaço que o MDB ocupa no Governo do Estado e na Prefeitura do Recife, o vice-presidente pemedebista afirmou que o partido está bem representado. “Na verdade, são espaços relevantes que o partido ocupa”, afirmou.

O que se diz nos bastidores, no entanto, é que Jarbas e Henry, principalmente, não estão satisfeitos com o minifúndio no Estado, formado pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação, a Secretaria de Habitação e o Detran, enquanto na Prefeitura ocupa a Secretaria de Segurança Urbana.

A reclamação maior do MDB diz respeito ao secretário Marcelo Bruto, da pasta de Desenvolvimento Urbano e Habitação, a chamada barriga de aluguel tratada nos bastidores, por estar ocupando uma vaga no Estado como se fosse escolhido pelo MDB, o que não bate com a realidade.

Deixe uma resposta