Em campanha contra câncer de mama, Cassia Kis mostrou os seios para enfatizar auto-exame, há 30 anos

Cassia Kis em foto da campanha sobre o câncer de mama, em 1989
O GLOBO

O Brasil todo ficou imóvel diante da TV quando, no dia 5 de julho de 1989, a atriz Cassia Kis, na época com 32 anos, apareceu de seios expostos, durante um intervalo da “novela das oito”. O motivo do topless não podia ser mais nobre. A artista se despiu para participar de uma campanha do Ministério da Saúde com o objetivo de ensinar as mulheres do país a fazer o auto-exame que detecta indícios de câncer de mama. “Examinando os seus seios a cada 30 dias você pode descobrir caroços, alterações no formato ou perda de líquido”, dizia ela no filmete de 30 segundos, que teve grande repercussão e marcou o esforço de combate à doença no Brasil.

– Encontraram a pessoa certa, pela forma como me alimento e vivo. Não cultivo neuroses, me expresso sempre, não adio nada e fujo do que pode atrapalhar minha cabeça. Cabeça é fundamental na prevenção do câncer e de qualquer doença. Se a pessoa cheira cocaína, ou come mal, ou pensa mal, ou vive com o coração triste, mal humorada, provávelmente ficará doente – disse Cassia numa reportagem do GLOBO publicada no dia 8 de julho daquele ano.

Cássia Kis apalpa os seios para ensinar mulheres a fazer auto-exame

De acordo com estimativas do Ministério da Saúde, cerca de 33 mil mulheres foram diagnosticadas com câncer de mama em 1989. Em 2018, foram cerca de 59 mil novos casos, segundo informações do site do Instituto Nacional do Câncer. Na época da campanha, especialistas criticaram a forma como a atriz faz o exame diante da câmera, afirmando que ela deveria estar deitada e com um braço esticado sobre a cabeça, apalpando os seios com a outra mão. Mesmo assim, a classe médica aprovou a iniciativa do governo, que fez o Brasil discutir o assunto. Durante entrevistas em anos posteriores, Cassia Kis criticou comentários que não se referiam ao mote da campanha, concentrando-se na nudez da atriz, que deixou claro que não cogitaria aparecer nua sem uma causa que ela considerasse válida.

– Não sendo por esses motivos, só tiraria a roupa posando para um artista plático – disse ela, na mesma reportagem publicada no dia 8 de julho de 1989.

A campanha foi exibida em TV aberta no horário nobre, há 30 anos. Hoje, o mesmo vídeo aparece em diferentes canais no YouTube, mas, na maioria deles, é necessário comprovar a maior idade para assistir. Procurada pelo Blog do Acervo, a assessoria de imprensa do site informou que não comenta casos específicos, mas enviou um trecho das Diretrizes da Comunidade YouTube que trata de nudez.

A atriz Cassia Kis, aos 32 anos, com o folheto da campanha sobre o câncer de mama, em 1989

Deixe uma resposta