Ofício de pedido de cessão da Delegada foi cancelado dois dias após emissão. Por que Moro resolveu desconvidá-la?

Uma consulta ao SEI do Ministério da Justiça e Segurança Pública possibilita não apenas comprovar a autenticidade do ofício endereçado pelo Secretário Executivo de Segurança Pública do MJ ao Secretário de Defesa Social de Pernambuco, pedindo a cessão da delegada Patrícia Domingos para atuar naquele Ministério, mas, ainda, que esse ofício foi cancelado dois dias após sua expedição.
O cancelamento do ofício de pedido de cessão dois dias após sua expedição reforça a suspeita de que forças ocultas operaram para impedir a ida da delegada para o MJ, trazendo à baila os questionamentos seguintes: quem interferiu junto a Sergjo Moro para que este desconvidasse e ainda divulgasse nota desmentido um pedido de cessão que está oficialmente registrado no Sistema de informações do Ministério? E qual a razão para o veto de alguém tão influente junto a Sergio Moro ou ao governo Bolsonato à presença da delegada no governo e no Ministério?
Pergunta que não quer calar: por que o MJ somente se manifestou negando que teria feito o pedido de cessão passados vários dias do cancelamento do ofício e depois de permitir que a mídia pernambucana passasse longo período tratando o convite à delegada como pendente de resposta do governo de Pernambuco?
fonte:blognoeliabrito

Deixe uma resposta