Rio sofre com tempestade de incompetência e insensibilidade de Crivela

São as águas de abril afogando a cidade do Rio

Resultado de imagem para tempestade no rio de janeiro Chuva inunda a cidade maravilhosa

A tempestade que caiu no Rio de Janeiro na noite de ontem deixou três mortos: um homem na Gávea e duas irmãs no Leme. Hoje começou com mais chuva. Às 5h20, pancadas moderadas atingiam toda a cidade.

O município está em estágio de crise – o mais alto em uma escala de três – desde às 20h55. A recomendação é para evitar deslocamentos. A rede municipal de ensino e algumas unidades particulares não vão funcionar.

Quedas de barreira interditaram o Alto da Boa Vista e a Avenida Niemeyer – onde mais um trecho da ciclovia foi arrastado para o mar.

Em quatro horas, choveu mais no Rio do que nos dias 6 e 7 de fevereiro, quando seis pessoas morreram em consequência do temporal. Trinta e nove sirenes foram acionadas em pelo menos 20 comunidades. Não há informação sobre feridos. A Defesa Civil informou em entrevista à GloboNews que foram feitas mais de 1,7 mil ocorrências.

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) prevê mais chuvas fortes com trovoadas até o fim da manhã de hoje. A prefeitura recomenda que a população somente se desloque “em caso de extrema necessidade”.

Deixe uma resposta