Danilo Cabral critica ‘palanque ainda armado’ de Bolsonaro

Deputado Danilo Cabral (PSB) acha Governo Federal deveria investir mais em Educação

Deputado Danilo Cabral (PSB) acha Governo Federal deveria investir mais em EducaçãoFoto: Alfeu Tavares/ Folha de Pernambuco

Em entrevista ao programa Folha Política da Rádio Folha (FM 96,7), nesta segunda-feira (8), o deputado federal Danilo Cabral (PSB) criticou os primeiros 100 dias do governo de Jair Bolsonaro (PSL), que de acordo com pesquisas recentes foram os mais mal avaliados dos presidentes estreantes. Danilo também comentou sobre a atuação da bancada de oposição na Câmara, o anúncio do novo ministro da Educação, reforma da Previdência, a proposta de taxação de grandes fortunas, entre outros assuntos.

“A gente viu que na prática o governo sequer iniciou a governar. Nesses 100 dias há um palanque ainda armado e um governo que insite em fazer um debate que não é bom para o Brasil e que divide ainda mais a sociedade brasileira”, avaliou Danilo. “O fato é que temos quase 15 mil brasileiros sem emprego e mais de 50 milhões abaixo da linha da miséria. É isso que as pessoas esperam de respostas de um governo eleito”, ponderou.

Segundo o deputado, o governo “não demonstra liderança nem o preparo suficente para enfrentar os desafios que estão postos” e as “primeiras crises foram criadas pelo próprio Bolsonaro”, se referindo a falta de diálogo d governo com o Congresso e os atritos com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), seu aliado para a reforma da Previdência.

“Os primeiros cem dias são de desencontros. É uma coisa bastante preocupante e a sociedade já começa a reverberar isso. A gente tem um presidenter com a pior aprovação da história nos primeiros 100 dias”, lembrou.

Deixe uma resposta