Porto Digital vai triplicar a incubação de startups

O parque tecnológico vai lançar três turmas para empreendedores digitais este ano. As inscrições para a primeira já estão abertas e vão até o dia 5 de maio

Empreendedores no Porto Digital

Empreendedores no Porto DigitalFoto: Paullo Allmeida/Folha de Pernambuco

A geração de negócios inovadores vai ganhar um incentivo no Recife. É que o Porto Digital quer triplicar o número de startups que participam do seu programa de incubação, lançando, ao invés de uma, três turmas de incubação no ano. A novidade permitirá que até 50 empreendedores aprendam, ao mesmo tempo, a transformar uma ideia inovadora em um modelo de negócio sustentável e já está valendo: a chamada para a primeira dessas turmas está aberta no site do Porto Digital e recebe inscrições até 5 de maio.

“O processo da incubação é extremamente importante na vida de uma startup. É a transição de uma solução para um negócio. Por isso, vamos criar mais oportunidades para que o empreendedor que já tem uma ideia valiosa possa incubar e desenvolver seu negócio”, contou o gerente de inovação e negócios do Porto Digital, André Araújo, que, para isso, vai ampliar a frequência das turmas de incubação. “A partir de agora, vamos abrir uma chamada a cada quatro meses”, revelou Araújo, lembrando que, até então, só havia uma turma de incubação no ano.

Em 2018, 12 negócios participaram desse processo. Mas, com a mudança, a expectativa é que até 50 empreendedores sejam formados por ano. “Esperamos atender de 15 a 20 startups em cada turma. Se tivermos 20 boas ideias, vamos incubar as 20”, disse o gerente do Porto Digital, garantindo que há demanda para isso. “Esta é uma resposta à procura dos empreendedores”, afirmou Araújo, reconhecendo que a medida ainda se encaixa nos planos de crescimento do parque tecnológico. “O Porto Digital vai dobrar de tamanho em cinco anos. A área de empreendedorismo e negócios está aqui para dar suporte a isso”, lembrou.

Para apoiar esse crescimento, porém, o Porto Digital precisou mudar a metodologia do seu programa de incubação. Agora, ao invés de um ano, esse processo vai durar oito meses. “Teremos a mesma quantidade de horas, mas o ritmo será mais dinâmico. Por isso, os empreendedores terão que dedicar mais tempo aos seus negócios. Não queremos menos que 110% de dedicação”, alertou Araújo, dizendo que, para compensar, essas empresas também terão um suporte maior. Além dos consultores do Porto Digital e do Sebraeempreendedores de sucesso do ecossistema de tecnologia pernambucano vão orientar os novos empreendedores no processo de criação de um negócio.

E o Porto Digital garante: todos poderão receber esse suporte. É que a incubação também passou por ajustes financeiros para poder auxiliar os empreendedores de todas as classes sociais. “Aqueles que comprovarem baixa renda terão desconto no custo do programa de incubação, que é de R$ 300 por mês por empreendedor, mas, nesse caso, vai cair para R$ 100”, revelou Araújo. “Queremos aumentar nossa incubadora, a Jump. E vamos bancar isso com recurso próprio”, frisou o presidente do Porto Digital, Pierre Lucena, que, por sua vez, busca verba para ampliar os outros programas de fomento ao empreendedorismo do parque tecnológico.

Segundo Lucena, a ideia é realizar pelo menos cinco turmas do programa de empreendedorismo Mind the Bizz até 2020. E a aceleração, que recebeu quatro empresas em 2018, também deve ser ampliada. “Nós oferecemos o suporte técnico, mas a parte inicial de inovação deve ser bancada pelo governo. Por isso, vamos buscar investimentos”, disse Lucena, reconhecendo que o capital privado também será uma opção, sobretudo na aceleração. “Neste caso, é mais fácil conseguir suporte privado porque as startups estão em estágio mais avançado”, explicou Lucena.

Outra questão a ser estudada pelo presidente do Porto Digital é o espaço. É que ainda não se sabe se o prédio que hoje abriga a Jump Brasil, o Apolo 235 no Bairro do Recife, terá espaço para receber todos esses empreendedores. A primeira turma do novo programa de incubação, porém, será formada lá. E a ideia é que as mentorias já comecem em junho. Por isso, os empreendedores que têm interesse em participar da incubação devem se apressar, enviando suas informações e um vídeo de apresentação do seu negócio para o Porto Digital até o próximo dia 5.

Deixe uma resposta