Davi Alcolumbre demonstra que vai obstruir a CPI da Lava Toga

Resultado de imagem para Davi Alcolumbre

O senador Alessandro Vieira protocolou hoje o pedido de instauração da CPI das Cortes Superiores, conhecida como CPI da Lava Toga, com 29 assinaturas, 2 a mais do que o necessário para a criação de uma CPI.

O presidente do Senado, no entanto, decidiu seguir o modelo da velha política de seus antecessores Renan Calheiros e Eunício Oliveira e não fez a leitura do pedido, que instalaria a CPI.

O presidente do senado disse: “quero deixar claro ao Senado da República que nós não aceitaremos interferência de outro poder. O Brasil, neste momento, não pode criar um conflito entre as instituições”.

Alcolumbre já está esquecido que foi eleito para trabalhar em defesa do povo. E ele bem sabe que o brasileiro clama por mudança e nesta perspectiva se coloca o desejo da instalação da CPI da Lava Toga.

É bom que ele se lembre que são os impostos cobrados que lhe mantém como funcionário bem pago para trabalhar no que corresponde à defesa e aos direito do cidadão.

Agindo do contrário, fica evidente que  ele está trabalhando contra o Brasil e contra a ética a ser seguida nos trâmites dos cargos ora observados e questionados.O mais cruel é perceber que ele deseja afagar as Cortes, em especial os ministros do supremo.

O Democratas tem também  interesses de sua defesa em algo que anda contra ele e se mantém ainda suspenso de decisão. Pode até está querendo usar a troca de instalação dessa CPI em proteção ao problema em que  está metido nessa sua vida vida pública desde o seu estado de origem.

Se é para ser assim, para trabalhar contra os projetos que a maioria do povo prasileiro, decidiu abraçar nas Eleições 2018, que o político Davi Alcolumbre assuma ser oposição à vontade popular e pare com esse jogo do toma lá, dá cá

Para que se revele logo, como um grande inimigo do povo e da nação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *