Túlio Gadêlha diz que não cogita apoiar prefeita Raquel Lyra em 2020, em Caruaru

Ciro Gomes em Caruaru (Fotos: Keila Castro/Divulgação)
Ciro Gomes em Caruaru (Fotos: Keila Castro/Divulgação)

O Blog do jornalista Mário Flávio, da cidade do Agreste, informou, nesta semana, que o deputado federal Túlio Gadelha (PDT) estaria indo a Caruaru, no período antecedente ao carnaval, para declarar apoio à reeleição da prefeita Raquel Lyra (PSDB). O deputado também iria liberar emendas federais para a gestão municipal, de acordo com as informações divulgadas por lá.

Como registramos aqui a notícia estava sendo vista com muita surpresa, pois Raquel Lyra é a maior adversária política do deputado estadual José Queiroz (PDT) e do deputado federal Wolney Queiroz (PDT), que controlam a legenda brizolista em Pernambuco. José Queiroz, segundo se espera em Caruaru, pode ser candidato a prefeito contra Raquel em 2020. Veja abaixo a notícia original.

Pois bem.

O deputado federal Tulio Gadelha esclareceu, nesta tarde de sexta, que não planeja sair do campo da esquerda e também não tem intenção de apoiar a tucana.

Além de informar que está sem previsão de agenda em Caruaru nos próximos dias, ele observou que falta alinhamento ideológico com a prefeita Raquel Lyra, para tanto, de modo que não teria razão de abrir tais tratativas de apoio com ela ou com qualquer pessoa do grupo político.

O deputado também lembrou que somente poderá liberar emendas a partir de 2020, uma vez que acabou de assumir o mandato neste exercício de 2019.

“Acabei de assumir o mandato como deputado federal e estou focado nele, sem qualquer conversa sobre a eleição municipal”.

Por óbvio, o jovem deputado comentou a relação com o deputado federal Wolney Queiroz e com o deputado estadual José Queiroz, ambos do PDT. “Não temos problemas pessoais. Apenas divergimos da forma como o partido é conduzido em Pernambuco”.

A juventude do partido também divulgou uma nota de esclarecimento, nesta sexta-feira.

Joana Grego
Presidenta da JSPDT Caruaru

“A Juventude Socialista do Partido Democrático Trabalhista de Caruaru vem, em virtude do noticiado no Blog, esclarecer que todas as decisões eleitorais serão tomadas de conjunto com todo o partido e sua direção.

A Juventude passou se organizar não em torno de uma figura política apenas, mas para ajudar na construção de um ambiente político mais arejado, renovador e para discutir as pautas trabalhistas em Caruaru e no Brasil.

Somos uma organização com independência, atuamos nacionalmente há 38 anos e nossa ação não se molda por interesses individuais, como por vezes acontece na política tradicional.

A JSPDT Caruaru vem com uma forma de fazer política diferente, coletiva e construtiva.

No mais, podemos afirmar que inexiste qualquer direcionamento a nós pelo Deputado Federal Túlio Gadelha quanto às eleições de 2020 na cidade. O deputado que é egresso de nossa Juventude tem o maior respeito, compreende e atua dentro da cultura de organicidade partidária, o que não impede de articular, em Brasília, melhorias e projetos para nossa cidade que lhe deu uma importante votação para seu primeiro mandato. Ser republicano e pensar nos interesses do povo não pode nos parecer estranho”.

O deputado federal Túlio Gadelha (PDT) vira a Caruaru na semana que vem para declarar apoio a gestão da prefeita Raquel Lyra (PSDB). O apoio será com a liberação de emendas para a cidade e também político. Gadelha vai apoiar a tentativa de reeleição de Raquel. Ele disse que deve isso a Caruaru por mais de três mil votos que ele obteve na cidade.

Além disso, a relação difícil no PDT também pesou para essa decisão. Ele já montou até uma equipe da Juventude Socialista do PDT em Caruaru, que tem à frente a jovem Joana Grego. Nas primeiras entrevistas da jovem ela teceu críticas a maneira de atuação do presidente estadual do partido, Wolney Queiroz, e disse que não concordava com afirmação do deputado estadual Zé Queiroz sobre a prefeita ser “fraquinha”.

Túlio foi convidado pela tucana para ir ao Baile Municipal, mas como ele e a namorada, apresentadora Fátima Bernardes, foram homenageados num evento similar no Recife, não puderam vir ao evento na Arena Caruaru.

O encontro entre Gadelha e Raquel deve ser na sexta-feira (1º) e vai agitar os bastidores da política local. O apoio de Túlio Gadelha vai de encontro ao que pensam os líderes do PDT na cidade, Zé e Wolney Queiroz, ambos fazem oposição ferrenha a Raquel. Como Wolney abriu espaços para Isabella de Roldão para uma possível candidatura à prefeita do Recife em 2020, a relação ficou ainda mais tensionada.

Túlio tem o nome cotado para disputar a eleição pelo partido na Capital e como o PDT faz parte da base do PSB no governo de Paulo Câmara e Geraldo Júlio no Recife, talvez ele não consiga o apoio da legenda para tentar voo solo no Recife.

A treta entre Wolney e Túlio começou quando ele era secretário no primeiro governo de Paulo. Após uma visita ao sertão, deputados reclamaram da “invasão” do reduto e após pressão, o governador demitiu o futuro deputado. A exoneração foi colocada na conta do PDT e dos Queiroz, que não fizeram muita questão de manter Túlio na Pasta.

O climão foi novamente visto na visita de Ciro Gomes a Caruaru, quando ele era candidato à presidência da República. No momento da fala, o então candidato a deputada estadual Zé Queiroz, disse que recebia Túlio, mas que não iria pedir votos para ele, já que Caruaru era a terra de Wolney. Foi em tom de brincadeira, mas deixou o pessoal de Túlio e ele mesmo, sem graça.

As ações contra Túlio não deram muitos resultados e Gadelha acabou sendo eleito e teve uma excelente votação em todo estado de Pernambuco. Em breve, o blog trará mais novidades sobre o assunto.

fonte:ne10/jconline

Deixe uma resposta