Danilo Cabral e Wolney Queiroz comentam chegada da reforma da Previdência

Deputado federal Danilo Cabral (PSB), em entrevista à Rádio Folha

Deputado federal Danilo Cabral (PSB), em entrevista à Rádio Folha  Foto: Alfeu Tavares / Folha de Pernambuco
Por: Blog da Folha

O programa Folha Política, desta quarta-feira (20), trouxe como entrevistados dois deputados federais: Danilo Cabral (PSB) e Wolney Queiroz (PDT), que estavam em Brasília no momento da chegada do texto da reforma da Previdência.

Danilo Cabral disse que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) repassar a explicação acerca do texto da Previdência para corpo técnico não correspondeu simbolicamente à representatividade política de uma leitura não realizada pelo próprio chefe de Estado.

“O presidente disse que muitos assuntos ele vai terceirizar. Acho que isso mostra inconsistência no presidente no trato com de algumas questões. É ruim você ter um presidente que não tem um domínio daquilo que está sendo deliberado, hoje foi mais um exemplo disso”, disse.

Quanto à primeira derrota governista na Câmara Federal com relação à Lei de Acesso à Informação (LAI), Danilo Cabral foi enfático com relação a uma suposta falta de articulação política da base do Governo Bolsonaro. “Houve uma derrota da base política do governo, que mostrou, inclusive, a fragilização do líder do governo, Major Vitor Hugo, completamente desconectado da sua base”, afirmou.

Seguindo a mesma linha, o deputado Wolney Queiroz (PDT) falou sobre a desarticulação política da base governista. Além disso, o partido deve contestar alguns pontos apresentados no texto da reforma desta quarta (20). “O PDT entende é que existe uma reforma ser feita, mas nao é essa reforma apresentada por Bolsonaro”, disse Wolney.

O deputado federal Wolney Queiroz, que também é presidente do PDT em PernambucoO deputado federal Wolney Queiroz, que também é presidente do PDT em Pernambuco – Crédito: Divulgação

Ouça e compartilhe:

Deixe uma resposta