Petrobras não precisa vender ativos para reduzir dívida e investir no pré-sal

Resultado de imagem para petrobras

Petrobras é a petroleira com maior potencial de crescimento

Claudio Oliveira
Site da Aepet

Em 2016, com a entrada de Pedro Parente na presidência da Petrobras, a primeira providência foi a formulação de um Plano de Negócios e Gestão – PNG, cobrindo o período 2017/2021, em que o principal objetivo era o atingimento de uma relação dívida líquida/ebitda ajustado de 2,5. Um indicador totalmente aleatório, injustificável e extemporâneo.

O objetivo foi autolimitar a capacidade de investimentos da empresa ao mesmo tempo em que criava a “pseudo” necessidade de venda de ativos para reduzir a dívida. E dizemos “pseudo” porque um empresa com mais de US$ 20 bilhões em caixa, não precisava, absolutamente, vender ativo algum.

AO ARREPIO DA LEI – Logo nas primeiras vendas, os técnicos do TCU relataram que tudo estava sendo feito ao arrepio da lei. Nenhuma divulgação, sem concorrência e em negociatas diretas. O TCU interrompeu as vendas e convocou a direção da Petrobras para negociar a forma de atuação dali para frente. Mas nenhuma punição foi atribuída ao que já havia sido vendido irregularmente.

O TCU estabeleceu novos critérios a serem utilizados pela companhia na venda de seus ativos. Ou seja, legislou indevidamente, contrariando ao que estabelece a Constituição Federal. Legislar não é atribuição do TCU.

Já dentro das novas e inconstitucionais regras foram feitas vendas absurdas de ativos, como da Nova Transportadora do Sudeste –NTS (por US$ 5 bilhões), rede de dutos que dão um retorno mínimo de 20% ao ano, para amortizar uma dívida (declarado) que custa 6,5 % ao ano. Que lógica é esta? O pior é que neste mesmo momento a companhia mantinha em caixa valores superiores a US$ 20 bilhões.

CRÉDITOS ABERTOS – Para uma empresa como a Petrobras, que por lei tem direitos na exploração do pré-sal e dispõe das melhores tecnologias para isto, não faltam recursos no mercado internacional.

Nos últimos anos, todas as vezes em que a empresa buscou recursos no mercado, se ela pede 3 são oferecidos 10. Se ela pede 5 são oferecidos 20. Em 2014, ano em que os criadores de mentiras diziam que a companhia estava perto da bancarrota, a Petrobras captou mais de US$ 15 bilhões, sempre com bancos de primeira linha e com vencimentos em 2034 (20 anos) e 2044 (30 anos).

É sempre bom lembrar que banqueiros não emprestam para empresas com dificuldades financeiras. O que eles querem é participar dos bons projetos, como é o caso do pré-sal brasileiro.

EM 100 ANOS… – Em 2015 a empresa captou US$ 2,5 bilhões junto ao JP Morgan e o Deuscht Bank, com vencimento em 2115 (100 anos).

Mais ainda, o China Bank colocou à disposição da Petrobras uma linha de crédito (cheque especial) no montante de US$ 10 bilhões, sem garantias reais, o que é inusitado para banco asiático. A única garantia é a de fornecimento futuro de petróleo para amortizar a dívida. O China Bank diz que pode disponibilizar o que for necessário para a Petrobras.

Vejam bem. Este é um negócio muito especial na atual conjuntura. Muitos alegam que energias alternativas e mais limpas (eólica, solar etc) no médio prazo e em certos casos poderão substituir o petróleo.

O crédito chinês, podendo ser amortizado com petróleo, torna o negócio autossustentável, como já dizia o general Horta Barbosa em 1947.

CONCORRÊNCIA? – Atualmente a alegação é a de que a Petrobras deve privatizar as áreas de refino e distribuição, para estabelecer a livre concorrência, beneficiando os consumidores brasileiros com menores preços. Mais uma grande mentira.

Desde o governo FHC a Petrobrás não tem qualquer monopólio e toda empresa estrangeira pode construir refinarias, construir distribuidoras de derivados de petróleo, instalar dutos e investir em pesquisa de petróleo no Brasil, sem qualquer interferência da Petrobrás. Por que não o fazem? Porque eles podem obter um retorno muito maior e mais rápido, comprando um ativo pronto (exemplo: refinaria) a preço de banana e com um mercado já desenvolvido e cativo.

Deixe uma resposta