Um petista na transição de Bolsonaro

Amanda Almeida – O Globo 

Deputado do PT mais votado em Minas em 2018, Reginaldo Lopes bateu à porta do futuro ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, na última terça-feira (13), em Brasília. A conversa entre um petista e a equipe de transição do presidente eleito Jair Bolsonaro causou curiosidade. Sem desconforto, ele diz que também quer se encontrar com o futuro ministro da Economia, Paulo Guedes:

_ Não vejo o menor constrangimento em me reunir com a equipe de transição de Bolsonaro para debater assuntos de Minas. É inclusive meu dever como deputado. Não posso esperar quatro anos para ajudar a resolver os problemas do estado.

A direção do PT tem pregado uma “oposição ferrenha” a Bolsonaro. Com o discurso de ser “resistência”, a presidente do partido, Gleisi Hoffmann, disse, depois das eleições, que não acredita em qualquer diálogo com Bolsonaro: “Ele quer nos exterminar”.

Lopes relata que foi pedir uma solução a Lorenzoni para a perda de receita dos estados pela desoneração do ICMS das exportações, dada pela Lei Kandir. Minas é um dos estados mais afetados.

— É uma lei criminosa — diz ele, que é autor de três projetos sobre o assunto, incluindo um que prevê a revogação da lei. Com Guedes, ele quer debater o mesmo assunto. O deputado também deve se reunir com o governador eleito de Minas, Romeu Zema (Novo), que derrotou seu aliado, o governador Fernando Pimentel (PT).

Deixe uma resposta