Executiva do PSL mantém Luciano Bivar na presidência

O deputado federal reeleito Luciano Bivar (PSL-PE) foi reconduzido à presidência do partido em eleição para a formação da nova Executiva Nacional, hoje, em Brasília. Ele liderava a sigla até se afastar para o período eleitoral, quando o partido foi presidido interinamente por Gustavo Bebianno. De acordo com o Estado de São Paulo, o pernambucano quer se cacifar para disputar a presidência da Câmara.

A eleição desta quarta também colocou Antônio Eduardo de Rueda na vice-presidência e Flávia Francischini, esposa do deputado federal e um dos coordenadores da campanha presidencial de Jair Bolsonaro, delegado Fernando Francischini, como Secretário-Geral da sigla. O delegado informou que presidirá o partido no Paraná.

“Com o maior tempo de televisão e com fundo partidário que aproxima-se da cifra de R$ 1 bilhão, o partido sai da condição de nanico para assumir o papel de gigante no Congresso Nacional”, diz nota divulgada pelo deputado paranaense, que neste ano se elegeu para a Assembleia Legislativa do Estado. Ele já mira as eleições municipais de 2020. “A ideia é fortalecer ainda mais o partido no Paraná elegendo um grande número de prefeitos e vereadores”, diz Francischini.

Filhos de Bolsonaro, Flávio e Eduardo também compõem a nova Executiva do PSL. O senador eleito pelo Rio será secretário de formação política enquanto o deputado federal reeleito por São Paulo será o secretário de assuntos parlamentares do partido. Bebianno, presidente interino durante o período eleitoral, foi eleito 2º vice-presidente.

Deixe uma resposta