Zumbis vermelhos vão baixar a crista

Resultado de imagem para crista baixa de zumbidos malucos

comentarista   Por  Jose Adalberto Ribeiro  – Jornalista e escritor

MONTANHAS DA JAQUEIRA – Os radicais de todas as cores e quadrantes estão pintados para a guerra nas dezenas de pontos dos cardeais, norte, sul, leste, oeste, centro-oeste, nos horizontes, na estratosfera. O pensamento acadêmico, os subintelectuais e os artistas de meias tigelas estão infestados pelos micróbios vermelhos.

Os zumbis vermelhos, os vikings, os novos bárbaros, carcarás,  lobisomens e serpentes destilam venenos. Os vampiros, escorpiões, trogloditas e outros insetos espalham brasas. São as brasas do ofício.

Os lobos e os cordeiros se digladiam. Todos se transformam em feras, pois “o homem que nesta terra miserável/ mora entre feras sente inevitável/ necessidade de também ser fera”, no dizer do abençoado poeta Augusto dos Anjos, dos arcanjos e dos pecadores.

Quem irá apascentar o coração do Brazil? Bezerros desmamados entram em fúria. As glândulas mamárias vermelhas vertem lágrimas.

Chamar adversários de fascistas é acusação infame e injusta, nada a ver com a direita conservadora do Brazil. As instituições garantem o Estado de Direito Democrático. Fascismo é sinônimo de assassinatos, terrorismo e tortura. Fascitoides são os esquerdopatas que financiaram e ainda hoje aplaudem os ditadores assassinos Nicolas Maduro na Venezuela e Daniel Ortega na Nicarágua.

Chora, menino pra comer pitomba! Vai começar a entressafra das pitombas vermelhas. Os zumbis roubaram as pitombas dos nossos quintais, roubaram as pitombas da Petrobras, do BNDES, dos fundos de previdência. Deixaram na indigência o fundo de Previdência Postalis, que distribuía pitombas com os funcionários dos Correios.

Os zumbis da seita vermelha rebelam-se contra a vitória do Capitão Marvel e prometem resistência nas ruas, nas universidades, na mídia, nos movimentos sociais. Vão além, prometem sabotar o governo. Aí já muda de patamar.

Os bezerros serão desmamados das glândulas mamárias de ONGs chapas brancas, de sinecuras governamentais, da Lei Rouanet  e de estatais. O Governo Michel Temer manteve as mamatas a pretexto de não promover caça às bruxas, mesmo sendo  esculachado, chamada até de arroz doce.

Mais que transição de um governo, será a transição de um ciclo de 16 anos, a transição do mar vermelho de corrupção e patifarias. Aí os caboclos mamadores começam a berrar de antevéspera.

As universidades são autônomas para garantir a liberdade de pensamento. Ok. Liberdade de pensamento também de exercita em colégios e jardins de infância. Mas, universidades não são repúblicas independentes da República Federativa do Brazil.

Promover vandalismos e depredações não se enquadra no capítulo da liberdade de pensamento. A toda ação corresponde uma reação. Oposição democrática de rochedo, sim, bandoleiros do MST e congêneres vão ter que aguentar o rojão. Criminalizar os movimentos sociais? Os bandoleiros eles próprios se criminalizam.

A seita dos zumbis vermelhos não desiste jamais. Faz parte da natureza dos fanáticos. A casa caiu, la maison est tombée, a fonte secou. Os bezerros desmamados vão ter que baixar a crista. Alvíssaras, Capitão!

Deixe uma resposta