Entidades ligadas ao Ministério Público de Contas apoiam indicação de Moro

Sergio Moro

Sergio MoroFoto: Mauro Pimentel / AFP

Em nota oficial, a Associação Nacional do Ministério Público de Contas (AMPCON) e o Conselho Nacional dos Procuradores Gerais de Contas (CNPGC), entidades representativas dos membros do Ministério Público de Contas em todo o Brasil, manifestaram apoio à indicação do juiz federal Sérgio Moro, que vinha conduzindo a Operação Lava Jato, para assumir o Ministério da Justiça e Segurança Pública no novo governo, em janeiro.

Ministério Público de Contas considera que Moro vai “implementar uma forte agenda anticorrupção e anticrime organizado”.

Veja a íntegra da nota pública:

“A Associação Nacional do Ministério Público de Contas – AMPCON, entidade que congrega e representa os membros do Ministério Público de Contas em todo o país e o Conselho Nacional dos Procuradores-gerais de Contas (CNPGC) vêm a público manifestar integral apoio à indicação do Dr. Sérgio Moro para a missão de conduzir as atividades do Ministério da Justiça e da Segurança Pública com o foco de implementar uma forte agenda anticorrupção e anticrime organizado.

O histórico profissional do Dr. Sérgio Moro revela elevada competência técnica, capacidade de trabalho, dedicação, serenidade, isenção e retidão moral, atributos que certamente emprestará ao país em sua nova missão, imbuído que está dos mais elevados propósitos para o bem maior da nação.

Justamente por seus destacados atributos profissionais e pessoais, a AMPCON prestou-lhe justa homenagem em março deste ano, com a outorga de sua Medalha do Mérito Institucional, como forma de reconhecimento pelos valiosos serviços prestados ao país, com honradez e destemor.

Destacamos que entre as Novas Medidas contra a Corrupção, preparadas pela sociedade civil sob a liderança da Transparência Internacional e da Fundação Getúlio Vargas, encontra-se a fundamental reforma dos tribunais de contas, nos moldes propostos pela PEC 329/2013, com o fim da indicação política de seus membros, fiscalização pelo CNJ, autonomia do MP de Contas e padronização dos processos e procedimentos de auditoria de controle externo em todo o país. Os tribunais de contas constituem a primeira trincheira de prevenção e combate à corrupção na administração pública.

Certos de que o Dr. Sérgio Moro muito dignificará o país em suas novas funções, colocamo-nos à disposição de Sua Excelência para ajudar a promover os avanços institucionais de que o país tanto necessita.

Brasília, 7 de novembro de 2018.

Júlio Marcelo de Oliveira
Presidente da AMPCON”

Ricart César Coelho dos Santos
presidente da AMPCON Presidente do CNPGC”

Deixe uma resposta