Câmara do Recife elege nova mesa diretora para o biênio 2019/2020

Nova mesa diretora da Câmara do Recife

Nova mesa diretora da Câmara do RecifeFoto: Divulgação / Câmara do Recife

As eleições da nova comissão executiva da Câmara Municipal do Recife para o último biênio da atual legislatura (2019/2020) aconteceu na manhã desta quinta-feira (1º), no Plenário da Casa José Mariano. Havia a expectativa de que houvessem duas chapas para os principais cargos da mesa diretora, uma encabeçada pelo presidente que concorre à reeleição, Eduardo Marques (PSB), e outra pelo líder da oposição, Rinaldo Júnior (PRB), mas oposição e governo entraram em acordo e votaram em bloco.

Dos 39 vereadores da Casa, 36 compareceram e três justificaram ausência – André Régis (PSDB), Jayme Asfora (Pros), Augusto Carreras (PSB). Após a votação, foram eleitos Eduardo Marques (PSB) para a presidência, Carlos Gueiros (PSB) como 1º vice; Chico Kiko (PP) como 2º vice-presidente; Fred Ferreira (PSC) como 3º vice-presidente, Romerinho Jatobá (Pros) como 1o secretário, Hélio da Guabiraba (PRTB) como 2º secretário, Rinaldo Júnior (PRB) como 3º secretário. Para a 1ª suplência, foi eleito Marco di Bria (PTdoB) e a 2ª suplência ficou com Amaro Maguary (PSB).

Todos os cargos da chapa receberam votação unânime. A única dissidente foi a vereadora Natália de Menudo (PSB), que pleiteiava a cadeira de 1ª vice-presidente. Em protesto, ela votoue em si mesma no lugar de Carlos Gueiros e foi acompanhada pelo vereador Romero Albuquerque (PP). Por conta desses votos que não acompanharam a chapa, Carlos Gueiros recebeu 34 votos, mas continuou eleito.

A sessão foi presidida pelo presidente Eduardo Marques (PSB), que comemorou a votação destacando a unidade acordada entre os partidos. “Foi uma votação muito impotante que mostra a união da Casa. Estamos todos dispostos a continiar esse trabalho tão belo e tão bonito que a comissão atual comissão executiva fez”, disse presidente reeleito. Segundo ele, a prioridade da próxima gestão da mesa é a nova sede da Câmara Municipal. Segundo ele, já estão sendo procurados terrenos compatíveis para abrigar o legislativo municipal.

1º secretário eleito, Romerinho Jatobá, também destacou a importância da chapa consensual. “Uma votação muito boa, por unanimidade. A gente fez um trabalho de consenso para que a Casa tivesse unidade. Estou feliz com a votação e com a confiança dos colegas. Agora vamos trabalhar para recompensar esse voto de confiança dado por eles”, disse.

A posse dos eleitos será no dia 02 de janeiro de 2019, conforme regimento interno da Câmara.

folhape

Deixe uma resposta