Nasce Pablo Picasso

No dia 25 de outubro de 1881, nasceu o pintor espanhol cofundador do movimento cubista

Nasce Pablo Picasso
Picasso em 1904 (Foto: Wikimedia)
Em 8 de abril de 1973 morria em Mougins, na França, aos 91 anos de idade, Pablo Picasso. “Pinto da mesma forma como outros escrevem uma autobiografia”, disse o artista, reconhecido em todo o mundo por suas pinturas, escultura, artes gráficas e cerâmicas. Picasso nasceu em 25 de outubro de 1881, em Málaga, na Espanha. Era filho de José Ruiz y Blasco – pintor e professor de desenho -, e de Maria Picasso y Lopez. Pesquisadores contam que, depois de nascer quase morto, a família decidiu protegê-lo com o nome de todos os santos, e o registraram como Pablo Diego José Francisco de Paula Juan Nepomuceno María de los Remedios Cipriano de la Santísima Trinidad Martyr Patricio Clito Ruíz y Picasso.

Desde os 7 anos de idade, Pablo se interessou pelas artes e começou a aprender desenho e pintura com o pai. Aos 14 anos, o espanhol se matriculou na Academia La Lonja e já tinha um ateliê com seus trabalhos em Barcelona. Aos 20 anos mudou-se para Paris, onde passou por dificuldades financeiras entre 1901 e 1904. São desta época, os quadros da conhecida “fase azul”. As pinturas caracterizam-se pela melancolia das figuras humanas. Seu famoso quadro, La vie, foi em homenagem ao poeta Casagemas, seu amigo de infância, que cometeu suicídio.

Depois que o pintor conheceu a modelo Fernande Olivie, começou a “fase rosa”. Entre 1905 e 1906, ele inspirou-se em temas circenses, com dançarinos e acrobatas. Em 1907, Picasso pintou Les Demoiselles d’Avignon, obra considerada marco da estética cubista. A obra foi importante para o cenário artístico, uma vez que o artista aperfeiçoou as técnicas para o uso da perspectiva e do sombreado como meio de expressar volume na pintura.

Enquanto isso, ele se envolveu com Marcelle Humbert, que morreu de tuberculose, em 1917. Neste contexto, o artista inaugura a fase da colagem, que usa vários objetos cotidianos nas telas, como fotografia e madeira. Em 1918, Picasso se casou com a bailarina Olga Koklova, com quem teve o filho Paulo, e ficou casado por quase 20 anos, até 1935, época em que se aproximou do surrealismo.

Mais tarde, o artista inaugurou um modo de composição linear com movimentos sutis. Nesse período ele manteve um romance com Marie-Thérèse, com quem teve uma filha, mas se envolveu com a fotógrafa Dora Maar, até 1943.

Esta serviu de modelo para a mulher que chora em Guernica, um dos quadros mais divulgados e reproduzidos de Picasso, sobre os horrores da Guerra Civil Espanhola.

Seus filhos, Claude e Paloma, foram fruto de um caso amoroso com a pintora Françoise Gilot. Aos 72 anos, se casou pela última vez, com Jacqueline Roque. Além das pinturas, estima-se que tenha feito cerca de quatro mil esculturas em cerâmica. Seu acervo, entre pinturas, gravuras e escultura, é de mais de 20 mil peças. Morreu em 1973, aos 91 anos, com problemas de visão, na próstata e na vesícula.

Fontes:
BN-O mundo perde Pablo Picasso
Uol Educação-Picasso

Deixe uma resposta