Eleição da OAB 2018 tem chapa única inscrita

Chapa "Advocacia Unida. Advocacia Unidade.

Chapa “Advocacia Unida. Advocacia Unidade.Foto: Paullo Allmeida/Folha de Pernambuco

Foi protocolada hoje (19) de manhã, a inscrição da chapa “Advocacia Unida. OAB Mais Forte”, encabeçada pelo advogado Bruno Baptista, que será a única a disputar a Presidência da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Pernambuco (OAB-PE) para otriênio 2019-2021. A vice-presidente é a advogada e professora Ingrid Zanella. Na OAB-PE, Bruno já ocupou os cargos de conselheiro seccional, secretário-geral adjunto, diretor-tesoureiro e atualmente preside a Caixa de Assistência aos Advogados de Pernambuco (CAAPE). No total, a chapa é composta por 103 nomes incluindo toda a Diretoria, Conselho Federal, Conselho Seccional e CAAPE.

“É um desafio muito grande representar este grupo de pessoas que, há mais de 12 anos, vem se dedicando à advocacia pernambucana. Estamos unidos e partimos, agora, para fazer uma gestão não de continuísmo, mas de continuidade, cada vez mais próxima dos advogados, mantendo as políticas que estão dando certo, ampliar e melhorar os projetos. Queremos deixar a OAB ainda mais perto também do interior. Tanto da Região Metropolitana quanto do interior, além das mulheres advogadas, os jovens recém-ingressos na carreira, etc. Faremos com que todos se sintam representados. Por isso que o nome da nossa chapa é “Advocacia Unida. OAB Mais Forte”, explicou Bruno Baptista.

Além do atual presidente Ronnie Duarte – que é candidato a conselheiro federal na mesma chapa – a inscrição contou com a presença dos ex-presidentes da Ordem, Jayme Asfora e Henrique Mariano; do atual presidente da Escola Superior de Advocacia Ruy Antunes (ESA), Carlos Neves – que também é candidato à representação de Pernambuco no Conselho Federal -, além de conselheiros seccionais, presidentes das OABs do interior, membros de comissões, entre outros. Duarte falou para os advogados e ressaltou a união de todos em torno do nome de Bruno e o fato inédito de que, em toda a história da Seccional Pernambuco, nunca houve uma eleição com chapa única. “Nós tivemos incontáveis provas de compromisso e de desprendimento por todos que fazem parte desse grupo. Com tudo isso, se faz justiça à alguém que, há 9 anos, tem um grande protagonismo dentro das gestões da Ordem e que merece, e muito, presidir a OAB-PE”, ressaltou o atual presidente, referindo-se ao candidato.

“A candidatura de Bruno Baptista é um sopro de renovação na OAB. É termos uma Ordem apetrechada e preparada para tempos que, infelizmente, se avizinham sombrios no Brasil. A entidade tem que se manter como baluarte da defesa dos direitos humanos, da nossa Constituição que, hora vai e hora vem, surgem propostas para mexer no que ela tem de mais sagrado e importante que são os direitos e garantias fundamentais e a liberdade de imprensa, por exemplo. Precisamos de uma OAB que lute contra a interferência nos poderes constitucionais como a Procuradoria Geral da República, o Judiciário e, sobretudo, em favor da democracia. Em Pernambuco, temos vários males a combater e a OAB precisa atuar contra eles – como as regalias indevida, o nepotismo e as oligarquias que ainda existem. Além, claro, da defesa corporativa da classe que precisa avançar, principalmente, no que eu acho mais importante: trazer a advocacia mais simples de volta para a Ordem”, analisou o ex-presidente, Jayme Asfora.

Para o também ex-presidente, Henrique Mariano, “o dia de hoje é de muita felicidade para a advocacia pernambucana. O nosso candidato, Bruno Baptista, que é um dos colaboradores mais distintos que a OAB já teve nos últimos anos, oficializa sua candidatura a Presidência da Seccional Pernambucana. Temos toda a confiança de que Bruno manterá a OAB-PE no seu caminho de independência, de autonomia, de altivez e de parceria com a sociedade pernambucana e com os advogados do Estado”, conclui Mariano. As eleições da OAB-PE acontecem no dia 19 de novembro e os advogados escolherão as novas gestões da Seccional Pernambuco e também nas 25 Subseccionais existentes. Os advogados inscritos diretamente na OAB-PE e aqueles vinculados à Subseccional de Olinda votarão no Classic Hall. Os demais, nos endereços divulgados no site da Ordem. Estão aptos a votar apenas os advogados em dia com a OAB-PE até esta sexta-feira, ou seja, 30 dias antes do pleito.

Deixe uma resposta