PF quer desmembrar investigações sobre o atentado contra Bolsonaro

PF quer desmembrar investigações sobre o atentado contra Bolsonaro

A Polícia federal estuda pedir um desmembramento das investigações do atentado contra Jair Bolsonaro.

“O inquérito em curso se restringiria ao atentado em si e ao indiciamento de Adélio Bispo na Lei de Segurança Nacional. Paralelamente, os agentes da PF abririam um segundo inquérito a fim de investigar a possível participação de outras pessoas.”

O prazo final para concluir as investigações vai até a primeira semana de outubro. No entanto, a Polícia Federal trabalha incansavelmente para acelerar este processo.

Jair Bolsonaro sofreu um atentado no dia 6 de setembro, enquanto participava de um ato de campanha em Juiz de Fora. Um militante de esquerda se infiltrou entre os apoiadores de Jair Bolsonaro e o atacou com uma facada no abdômen.

O candidato foi socorrido e já passou por duas cirurgias. A facada atingiu o intestino do ex-capitão do Exército, fazendo com que vazasse matéria fecal na cavidade abdominal, aumentando os riscos de infecções e até septicemia.

Deixe uma resposta