“Um trabalho raro de Literatura”, disse Marques Rebelo sobre os relatos de Buda

Imagem relacionada

Rebelo ficou impressionado com os textos budistas

Antonio Carlos Rocha

O jornalista e escritor Marques Rebelo (1907-1973) traduziu o “Dhammapada”, texto clássico com palavras atribuídas ao próprio Buda. O título acima, entre aspas, é do próprio Marques Rebelo e foi a forma que ele encontrou para definir a beleza que estava traduzindo. Seu trabalho teve como base a versão inglesa de F. Max Muller, editada em 1870.

A tradução de Rebelo consta da coleção “A Sabedoria da China e da Índia”, do chinês Lin Yutang, no Brasil saiu em 1945, pela editora Irmãos Pongetti. Além da citada, existem outras traduções brasileiras do Dhammapada e até na web, em pdf grátis.

BANHO DE LUZ – É livro para a vida toda – ler, reler, treler, pensar, repensar. Sobretudo, vivenciar. É banho de Luz, é aula grandiosa. Ao longo dos 26 capítulos desfilam a ética e a moral budista.

No capitulo 20, o Buda sintetiza o seu Ensinamento, quando fala sobre “O melhor dos rumos é o Caminho Óctuplo”, digamos, os mandamentos do viver budista: 1) Palavra correta; 2) Ação correta; 3) Meio de vida correto; 4) Esforço correto; 5) Plena atenção correta; 6) Concentração correta; 7) Pensamento correto; 8) Compreensão correta.

Correto é tudo aquilo que não prejudica ninguém. Pois, se prejudicar, gera carma negativo para quem cometeu a tal ação.

PROPOSTA DE VIDA – Os três primeiros itens do Caminho Óctuplo” constituem a moralidade; os três seguintes a parte meditativa, a Reflexão;  e os dois últimos a Sabedoria, que é a proposta máxima para aplicarmos em todas as situações da vida.

E esta proposta vem através dos Cinco Preceitos: 1) Evitar matar; 2) Evitar roubar; 3) Evitar adultério; 4) Evitar mentir; 5) Evitar o uso de tóxicos que causam a má conduta.

Buda era inteligente, não proibiu nada, apenas recomendou “evitar”, pois todo praticante sabe que as atitudes geram desdobramentos positivos ou negativos. Fica a critério de cada um a escolha.

LEI DO CARMA – Desdobramentos são os resultados que provocam a Lei do Carma, ou a Lei de Ação e Reação, também conhecida como Lei do Retorno. Na verdade, uma Lei da Física: “toda ação corresponde a uma reação”.

E quem quiser saber mais, sugiro “O Tao da Física – um paralelo entre a Física Moderna e o Misticismo Oriental”, do cientista austríaco Fritjof Capra, professor visitante em várias universidades: Paris, Califórnia, Santa Cruz, Stanford e Imperial College, de Londres.

B. D. Josephson, Prêmio Nobel em 1973, professor de Física da Universidade de Cambridge, Inglaterra, recomenda o trabalho do colega. O prefácio da edição brasileira é do falecido cientista Mário Schenber, professor da USP. “O Tao da Física” é best seller em todo o mundo e só no Brasil já vendeu mais de 1 milhão de exemplares.

Deixe uma resposta