Policial civil mata ex dentro de Câmara de Vereadores e tenta suicídio

Policial civil mata ex dentro de Câmara de Vereadores e tenta suicídio

Um crime chocou hoje a cidade de Contagem, região metropolitana de Belo Horizonte, Minas Gerais. Um policial civil matou a ex-namorada e tentou se suicidar em seguida dentro da Câmara Municipal da cidade.

Segundo o Jornal Hoje em Dia,  o escrivão da Polícia Civil Cláudio Roberto Weichert Passos entrou na Câmara por volta das 9h e seguiu até gabinete do vereador Jerson Braga, o Caxicó (PPS), onde atirou quatro vezes contra a assessora parlamentar Ludimila Leandro Braga, de 27 anos e, em seguida, atirou contra si mesmo.

Ela morreu no local e o policial foi socorrido pelo Serviço de Assistência Móvel de Urgência (Samu) inicialmente e depois levado pelo helicóptero Arcanjo, do Corpo de Bombeiros, até o Hospital de Pronto-Socorro João XXIII. Ainda não há informações sobre o estado de saúde dele.

De acordo com uma amiga da vítima, que preferiu não se identificar, Ludimila tinha duas filhas, de 3 e 6 anos, era separada, e havia namorado Cláudio por cerca de um ano. Há um mês, os dois haviam se separado e o policial não aceitava o término. A vítima estaria vivendo um processo de reconciliação com o ex-marido, pai das filhas.

Deixe uma resposta