‘Forças Armadas estão sendo usadas com propósito político’, diz senador

Humberto Costa criticou intervenção federal no Rio e disse tratar-se de um processo de ‘bolsonarização’ do governo de Michel Temer

'Forças Armadas estão sendo usadas com propósito político', diz senador

Osenador Humberto Costa (PT-PE) criticou o governo federal por não oferecer justificativas e explicações para a decisão de intervir na segurança pública no estado do Rio de Janeiro. O senador também lamentou que medida de tal gravidade tenha sido adotada sem que o Conselho da República fosse ouvido antes.

Humberto Costa participou nessa segunda-feira (19) da reunião do Conselho no Palácio da Alvorada, como líder da minoria no Senado, e disse que  decidiu se abster no encontro pela falta dessas justificativas e por ainda não ter consultado a oposição sobre o assunto.

O senador disse que estranhou a intervenção no Rio de Janeiro, quando, segundo ele, outros estados enfrentam uma situação de segurança bem pior, caso de Sergipe, Alagoas, Espírito Santo, Rio Grande do Norte e Pernambuco. Ele também questionou a origem dos recursos para financiar tal operação.

Humberto criticou igualmente a criação de um Ministério da Segurança Pública, a seu ver desnecessária e dispendiosa, e afirmou que há outros objetivos por trás dessa medida e da intervenção no Rio.

“É um processo de ‘bolsonarização’ desse governo. E como Temer sabe que não há como influenciar as classes populares, a classe média esclarecida, ele vai tentar influenciar o eleitorado que hoje caminha no campo da direita e da extrema-direita e, lamentavelmente, as Forças Armadas estão sendo usadas com um propósito nitidamente político”, afirmou.

Deixe uma resposta