Aliados de Janot atacam delegado que o intimou a depor

Procuradores ligados a Rodrigo Janot criticaram o delegado da PF que intimou o ex-chefe do Ministério Público a depor no inquérito que apura a participação de Marcello Miller na delação da JBS. Disseram que o policial se equivocou ou quis “tirar onda” ao marcar a data para Janot ser ouvido.

Integrantes da Procuradoria, quando intimados na condição de testemunha, têm a prerrogativa de definir dia e hora de depoimentos. O ex-PGR disse ao delegado que estaria fora do país e frisou que ele próprio indicaria melhor ocasião para falar do assunto.

Nomes do Judiciário e do universo político ironizaram a reação de Janot. Disseram estranhar que, justo ele, um ardoroso combatente dos privilégios, tenha lançado mão de prerrogativa exclusiva de membros do Ministério Público para driblar a convocação.  (Daniela Lima – Folha Painel)

Deixe uma resposta