1 comentário

PREFEITO DO CARPINA ESNOBA A CRISE E CONTRATA WESLEY SAFADÃO PELA BAGATELA DE QUASE MEIO MILHÃO

BOLSA ILUSÃO

COM PÃO E CIRCO CARPINA TORNA-SE UMA NOVA ROMA DE UM POVO SOFRIDO

Imagem relacionada

Publicação no Diário Oficial

Prefeitura Municipal tornou pública a inexigibilidade de licitação para a contratação do artista

Um ano depois de ter o valor do cachê questionado pelo Ministério Público de Pernambuco, o cantor Wesley Safadão volta a chamar atenção após publicação no Diário Oficial. Na edição desta quinta-feira (15) foi divulgado o valor cobrado pelo artista para se apresentar no dia 28 de junho na abertura do São João de Carpina, na Zona da Mata: R$ 450 mil. O cachê foi o único pago pela Prefeitura de Carpina encontrado pelo Viver nas edições de junho do D.O.

A publicação é assinada pela gestora da Secretaria de Educação, Turismo, Cultura e Esportes do município, Milca Maria da Silva. No documento, a gestora “torna público que ratifica a inexibilidade de licitação para contratação do artista/banda Wesley Safadão junto ao seu empresário exclusivo a Empresa Luan Promoções e Eventos Ltda”. A apresentação ocorrerá no Pátio de Eventos de Carpina,no dia 28 de junho.

A notícia dos R$ 450 mil desembolsados para o show em Carpina chega em meio a uma outra polêmica, relacionada a uma suposta descaracterização dos festejos. Vários artistas se mobilizaram em torno da campanha “Devolva o Meu São João”, que desencadeou bate-boca entre forrozeiros e sertanejos.

A apresentação do cantor  Safadão se dará em meio às críticas  de políticos da oposição, a revolta da população da cidade e a certeza de que muito poderia ser feito ,com esse vultoso investimento desnecessário,quando se trata ainda mais  de uma apresentação sem talento, que não representa manifestação cultural das tradições juninas.

O autêntico e verdadeiro forró pé-de-serra, vem perdendo, a cada ano, nos palanques juninos, seu histórico e garantido espaço para os chamados hits sertanejos e barangandãs desviados do panorama cultural, que faz do patrimônio artístico um picadeiro sem festa e sem valor.

Nessa época a cidade é feita com gosto de milho cozido,pamonha, canjica,cachaça,bolo de fubá, licor, batida de frutas e muita fogueira com sua brasa ardendo e assando um bom milho,muitas vezes na própria palha.E ainda com adivinhações e barracas vendendo bilhetes para os festeiros apaixonados, casais organizando a boa quadrilha para o seu  anarriê , alavantú e balancê!

O trio pé de serra puxando o fole da sanfona,triângulo e zabumba para um gostoso arrasta pé,um xote,xaxado e baião.

Louve-se o povo de uma Terra que não acovarda e que grita e reclama por seus direitos.Proclama que em sua tradição não permite fugir de sua riqueza cultural e ser abandonado e trocado  por uma apresentação com rios de dinheiro,tirando-lhes a possibilidade de tantas obras que a cidade necessita.

Podem até está sendo desviado pelas margens, contudo pela coragem de sua gente, o carpinense não perderá a bravura de suas armas e nem tampouco se perderá das águas que alimentam sua esperança.

Vale registrar que uma festa com um “Safadão” tão caro ,não origine, numa Carpina de grande tradição e historia,que foi capital de Pernambuco,ser hoje impregnada de anarquia e safadeza.

 

Um comentário em “PREFEITO DO CARPINA ESNOBA A CRISE E CONTRATA WESLEY SAFADÃO PELA BAGATELA DE QUASE MEIO MILHÃO

  1. Parabéns. Pela coluna verdadeira,expressando a indignação de um povo maravilhoso da cidade polo da mata norte! Paulo Cezar joia

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: