Deixe um comentário

Detentos tentam fugir do Complexo do Curado

Tentativa de fuga é registrada no Curado. Mesmo diante da tentativa, as visitas nos presídios do Complexo do Curado estão mantidas neste fim de semana

Foto: youtube

Do Diario de Pernambuco

Na madrugada deste sábado (10), uma tentativa de fuga foi registrada no Complexo do Curado. De acordo com a Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres), policiais militares da guarda externa perceberam a movimentação e efetuaram disparos de arma de fogo para evitar que os detentos escapassem.

Segundo a Seres, por volta da 1h, detentos tentaram escapar ao usar uma passarela que liga dois dos três presídios que compõem o complexo penitenciário. Em nota a secretaria ressaltou, que a gerência de Inteligência está apurando o fato para identificar os detentos envolvidos e tomar providências cabíveis.

Até o momento não há informações se algum detendo conseguiu fugir. Mesmo diante da tentativa, a Seres informa que as visitas ao complexo deste sábado e domingo (11) estão mantidas.

Casos semelhantes

Composto por três unidades, o Complexo do Curado registra um histórico de problemas e confusões. Em abril deste ano, uma briga entre detentos do Presídio Juiz Antônio Luis Lins de Barros (Pjallb) terminou a tiros e deixou quatro presos feridos.

Segundo a Polícia Civil, a briga aconteceu entre grupos de alas rivais um pouco antes de começar o dia de visita. Na briga, três dos quatro feridos foram atingidos por tiros na região abdominal e no ombro. O quarto preso foi ferido na tentativa de fugir dos disparos.

No mês de fevereiro, também em 2017, um preso morreu após um conflito no Presídio Agente Marcelo Francisco de Araújo (Pamfa). O Sindicato dos Agentes Penitenciários de Pernambuco (Sindasp-PE) apontou que informações iniciais dão conta de que a briga teria sido motivada por uma cobrança.

Fuga barrada por policiais militares

Além da briga que resultou em morte, o Complexo Prisional do Curado registrou também em fevereiro uma tentativa de fuga durante a madrugada do dia 19. A Seres informou que dois homens, presos no Presídio Juiz Antonio Luiz Lins de Barros (Pajllb), tentaram fugir e foram impedidos por policiais militares e agentes penitenciários.

Armas encontradas

Em 2016, o número de armas encontradas por agentes nos presídios pernambucanos mais que dobrou. Segundo a Secretaria Executiva de Ressocialização de Pernambuco (Seres), só no ano passado, 50 armas de fogo foram encontradas no Complexo do Curado, um aumento de 138% em comparação ao ano de 2015.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: