Deixe um comentário

Dilma quer aproveitar o embalo da crise da JBS para voltar ao poder, mas também foi delatada

De acordo com o jornal O Povo, a defesa de Dilma Rousseff solicitou nesta quarta-feira, 24, ao ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), a concessão de uma medida liminar que anule o impeachment e possibilite o retorno da ex-presidente ao cargo.

Moraes está à frente do caso, pois o processo era do ministro Teori Zavascki, morto em janeiro em um acidente de avião até hoje sem explicações. Na época, ele chegou a negar a concessão da liminar para anular o processo contra a então presidente da República. Agora, a defesa solicita uma reconsideração.

Na petição, o ex-ministro José Eduardo Cardozo alega fatos novos, como as denúncias feitas na delação da JBS, porém, Dilma e diversos membros de seu partido foram delatados no mesmo pacote.

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: