Prefeito e secretário de São Lourenço da Mata têm carro e celulares roubados em assalto, no Recife

Carro, celulares e pertences de gestores foram roubados no bairro do Poço da Panela, área nobre da Zona Norte do Recife. De acordo com a polícia, filmagens estão sendo analisadas para identificar suspeitos.

Bruno Pereira, prefeito de São Lourenço da Mata, teve celular e pertences roubados na Zona Norte do Recife (Foto: Pedro Alves/G1)

Bruno Pereira, prefeito de São Lourenço da Mata, teve celular e pertences roubados na Zona Norte do Recife (Foto: Pedro Alves/G1)

O prefeito de São Lourenço da Mata, Bruno Pereira, e o secretário de Planejamento do município, Wilde Ferreira, foram vítimas de um assalto, no bairro do Poço da Panela, na Zona Norte da capital, durante a madrugada de terça-feira (23). Segundo o gestor, dois homens praticaram a investida e roubaram o carro do secretário, além de celulares e outros pertences das vítimas. O caso foi registrado pela Delegacia de Casa Amarela e está sendo investigado.

Segundo Bruno Malta, a ação durou cerca de dois minutos e ocorreu por volta da meia-noite da terça-feira, enquanto os dois chegavam à casa dos pais do prefeito, no bairro. “Os homens chegaram em um carro prata e trancaram o veículo em que estávamos. Apontaram duas armas, uma para mim e outra para o secretário. Eu já tinha saído do carro, mas o secretário ainda estava com o cinto. Nos revistaram e levaram os celulares, documentos e o carro de Wilde”, disse.

Segundo o prefeito, não havia policiamento na área. “Chegamos ao local e não vimos sequer uma viatura da polícia. A falta de iluminação também contribuiu para a investida”, afirmou. Após acionar o sistema de rastreamento do celular, o prefeito conseguiu recuperar o aparelho, no bairro do Curado, na Zona Oeste do Recife. O celular estava no chão de uma rua. O veículo e os pertences roubados ainda estão desaparecidos.

As vítimas não conseguiram identificar a placa do carro em que estavam os dois suspeitos, mas a Polícia Civil informou que está realizando diligências e solicitando e analisando imagens gravadas pelo sistema de segurança de edifícios próximos ao local da investida para tentar prender os assaltantes.

g1

Deixe uma resposta