Deixe um comentário

Delações e mais delações: Palocci e o casal Santana

Coluna  do Moreno

A delação de Antônio Palocci vai complementar a de Mônica e João Santana. O casal diz na delação, homologada pelo STF, que o ex-ministro acertou caixa dois ao casal para a campanha do ex-presidente Lula em 2006.

E que Lula, assim como a ex-presidente Dilma, também sabia da existência do caixa dois.

A diferença é que quem tratou desses pagamentos foi Palocci diretamente com Lula e não os marqueteiros.

O casal, em relação a Dilma, alega que, mesmo sabendo de tudo, jamais tratou sobre pagamentos com a ex-presidente.

Na prática, isso significa apenas que Dilma fumou, mas não tragou.

Na delação premiada de João Santana e Mônica, eles falam também de Anderson Dornelles, ex-faz tudo de Dilma, e o papel dele no governo.

Anderson, na verdade, não teve um papel no governo. Teve um papelão.

Usou e abusou do acesso à presidente para praticar tráfico de influência e vender informações privilegiadas a muitos lobistas e empresários.

Sua situação, por isso, não é nada boa. Criminalmente falando.

Quanto a Palocci, sua negociação com a força-tarefa da Lava-Jato para uma eventual delação premiada parece um parto. Mas seus advogados dizem que vai sair. E logo.

É que o ex-ministro superou a resistência de continuar protegendo Lula.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: