Deixe um comentário

Após ofender Sérgio Moro, Pimenta pede proteção da Polícia Federal

O deputado Paulo Pimenta, após fazer declarações gravíssimas ofendendo o juiz Sérgio Moro, detonando o Poder Judiciário e incitando a violência, está receoso e com medo da reação popular que já vem acontecendo atingindo a si próprio e familiares.

O parlamentar alega que um vídeo editado por adversários, retira do contexto observações que fez sobre o Poder Judiciário e críticas às condutas de Sérgio Moro na Operação Lava Jato.

De fato, parece ter havido a edição do vídeo, porém, Paulo Pimenta é vítima de sua própria irresponsabilidade, debilidade e insanidade.

Aliás, foi a palavra ‘insano’ que ele utilizou para rotular o juiz Sérgio Moro.

Diante da repercussão, o parlamentar alega que ele e seus familiares passaram a receber dezenas de ameaças.

Nenhum tipo de violência se justifica. Os familiares do deputado não podem, em hipótese alguma, ser penalizados por sua conduta.

De qualquer forma, esse moço, que tem a responsabilidade do mandato, deveria urgentemente rever suas posições.

A edição do vídeo pode eventualmente ter realçado as falas mais débeis, mas jamais ele poderá negar o que disse, o seu destempero e a sua opinião demente.

Pimenta por sua ação incitou o ódio e colocou em risco a sociedade.

Que a PF aja com rigor, protegendo ao deputado, seus familiares e a sociedade, mas esse tipo de conduta não pode ser permitido.

Na tarde desta terça (25), o deputado Pimenta divulgou um novo vídeo, afirmando que não será intimidado por ações organizadas e criminosas. ‘Fatos como esse só multiplicam o nosso compromisso com a democracia e de combate ao golpe’.

De qualquer forma, declarações constantes no vídeo abaixo – o editado – foram feitas, ninguém colocou palavras na boca de Pimenta.

A PF deve proteção ao petista, mas ele é, de fato, vitima de sua própria insanidade.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: